Skip to content

Difícil de entender

31/01/2012

Após uma semana de obras, a construção do Viaduto de Gaspar foi paralisada.

Por tempo indeterminado.

Segundo o Jornal Metas*, o motivo é o risco das escavações prejudicarem os tubos da rede de gás.

Descobriram isso após escavar quase 100 metros da Avenida das Comunidades.

A primeira coisa que essas empreiteiras costumam fazer é sair esburacando as vias.

Agora o buraco está lá, mas as máquinas não.

.

A secretária de Planejamento disse saber do risco, mas não disse nada antes.

A empreiteira talvez soubesse, mas preferiu escavar todo o trecho inicial.

A obra agora aguarda uma avaliação da SC-Gás.

Enquanto isso, o trânsito do sentido Blumenau-Litoral é desviado por uma rota carinhosamente chamada de alternativa.

Provavelmente, por tempo indeterminado.

.

Se fosse um caso isolado, dava para entender.

Mas não é.

Em Blumenau, o Viaduto da Via Expressa caminha a passos lentos.

Tinha conclusão prevista para outubro de 2011.

Pela atualização mais recente, deve ser entregue em fevereiro.

Antes disso, a cidade aguardou anos pelo Viaduto da Mafisa, claramente feito ao contrário da necessidade.

Isso para ficar em viadutos.

Por que na última semana, por exemplo, em Gaspar, moradores apontaram falhas estruturais em casas prestes a serem doadas a vítimas da calamidade de 2008.

Diante disso, fica a pergunta:

Que formação nossos engenheiros e gestores públicos estão recebendo?

.

* Dica da jornalista Kássia Dalmagro.

Anúncios

César Paulista volta ao Metrô

22/11/2011

O Metropolitano confirmou nesta terça-feira (22) o nome do ex-jogador César Paulista para comandar o time no Campeonato Catarinense de 2012. Será a quarta vez que ele assume a equipe de Blumenau. Na última passagem, foi responsável pelo quarto lugar do clube no Estadual, melhor campanha da história do Metrô.

Na sequência da temporada, porém, César Paulista não conseguiu repetir o desempenho e foi eliminado, juntamente com o time, na primeira fase da Série C de 2008. Neste meio tempo, o ex-meia do BEC atuou no departamento de esportes de alto rendimento da Fundação Municipal de Desportos (FMD) de Blumenau.

Abaixo você confere o último time escalado por César Paulista para defender o Metrô. O time representou o clube na despedida da Série C de 2008, marcada pela derrota por 1 a 0 para o já classificado Brasil de Pelotas (RS).

João Paulo; Nequinha, Kleber Goiano, Du lopes, Heraldo e Fernando Pinto; Fabinho, Helton e Maicon; Aldrovani e Bruno.

Durante o segundo tempo, entraram o atacante Flávio Guilherme, o lateral Rômulo e o meia Pachola.

Diz aí: você gostou da contratação de César Paulista?

Uma central financeira

07/11/2011
tags: ,

As maiores filas não tinham o esporte como programação (Foto: Jaime Batista da Silva)

Inaugurado em 1968, o Ginásio Galegão foi completamente reestruturado, ao custo de R$ 4,9 milhões, e reinaugurado em maio de 2008. De lá para cá, foi a casa da equipe de vôlei masculino – que este ano, veja só, foi passar a temporada no Paraná. As dimensões da quadra impedem o handebol de atuar no ginásio, mas neste ínterim o novo espaço esportivo já foi muito útil para modalidades como futsal, basquete e caratê.

Mas diz aí: os recordes de público se deram mesmo graças às duas liberações de FGTS, não é não?

Minha coluna na Folha de Blumenau de 20/08/2011

21/08/2011

Nem tudo são espinhos
O Metropolitano vai ao Paraná para enfrentar o Cianorte neste domingo (21), às 16h. Uma vitória é essencial para manter o time forte na briga por uma das duas vagas segunda fase da Série D. Bola pra vencer, o Metrô já mostrou que tem. Mas vai precisar de um pouco mais de equilíbrio mental para controlar o jogo e sair com a vitória. A entrada forçada de Edimar no meio, graças à expulsão insana do experiente Valdeir, deve dar mais poder de ataque ao time e vai favorecer. No geral, a atuação do Metrô nas quatro partidas da Série D foi acima da média. Melhor do que a própria torcida esperava. Só que nas últimas duas, o resultado não veio. Não é hora para se desesperar. O trabalho é bom, só falta tranquilidade nas horas decisivas da partida. Mas isso acontecer já diante do Cianorte.

Conforme o vento

Bastaram duas derrotas, contra os favoritos do grupo, é bom que se diga, para todo o trabalho do Metropolitano ser questionado por parte da torcida e, pior, da imprensa. Para alguns, Lio Evaristo passou de salvação do clube a um treinador mediano e sobrou até o preparador físico Cláuter de Barros, considerado um dos melhores de Santa Catarina. Não por acaso o Metrô trabalha num ambiente sempre tão turbulento.

Rival ilustre
Entre os mais de cem jogadores que disputam a categoria Veteranos, na 2ª Copa Kaiser de Futebol Amador de Blumenau, a Sociedade Esportiva e Cultural Samba Gol se destaca por um atleta em especial: Domingos Sávio da Silva, o Sávio. Aos 54 anos, o ex-centroavante de Juventus de Jaraguá do Sul, Joinville, São Paulo, Goiás e Anapolina participa quinzenalmente dos jogos da equipe no torneio amador. “Só jogo porque tudo é bem organizado”, destaca. Natural de Xanxerê, Sávio é conhecido da torcida blumenauense. Comandou o ressurgimento do Blumenau Esporte Clube, em 2006, mas em seguida abandonou a carreira de treinador. Como jogador, o melhor momento foi em 1982. Então com 25 anos, Sávio marcou 16 gols e levou o Anapolina à 11ª colocação do Brasileirão. Até hoje, é um dos principais ídolos do clube goiano. Com o reforço de Sávio, o Samba Gol é líder invicto do Grupo B, com sete pontos em três jogos. Quando não está jogando, Sávio se dedica ao comércio de roupas, em Rio do Sul.

Celeiro
Além dos veteranos que disputam a competição, muitos jovens já foram revelados em jogos da Copa Kaiser de Futebol Amador, principalmente em São Paulo, berço da competição. Alguns exemplos: Ricardo Oliveira (ex-Portuguesa, São Paulo e Seleção Brasileira) e Elias (ex-Corinthians e atualmente no Atlético de Madri-ESP).

Não poupa ninguém

09/08/2011

Local está isolado sinalizado por cones / Foto: Jean Laurindo

A chuva voltou a atingir a região de Blumenau no início desta semana. Nesta terça-feira (9), saía de uma entrevista na Secretaria Regional de Blumenau quando me deparei com um deslizamento nos fundos da sede administrativa, já na área de estacionamento. Acredito que o imprevisto vai exigir custos para a recuperação do trecho e, até mesmo, contenção do avanço do desmoronamento. Prova de que o mau tempo não poupa nem mesmo a estrutura do governo.

Unidos

09/08/2011

Painéis convocam a população a combater o possível aumento / Foto: Jean Laurindo

A ideia parece surgido em Jaraguá do Sul, mas rapidamente se espalhou por Santa Catarina. Na região, empresários de Itajaí já haviam se unido para espalhar outdoors pela cidade manifestando repúdio ao possível aumento do número de vereadores – de 12 para 21, no caso da cidade portuária. Em Blumenau, o tema ainda divide opiniões. A mais nova adesão às campanhas contrárias, porém, foi do empresariado de Gaspar.
Desde a semana passada, painéis convocando a população a “dizer não” ao aumento decoram a região central, assinado por Associação Comercial e Industrial de Gaspar (Acig), Associação de Micro e Pequenas Empresas (Ampe), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), além das quatro rádios da cidade – duas comunitárias, inclusive –, dos dois jornais, do Conselho Municipal de Turismo e de grupos como Lyons e Rotary. E você, concorda com a causa defendida na peça publicitária?

Gasolina (de novo)

12/05/2011

image

Enquanto motoristas de Blumenau fazem protesto contra preço da gasolina, a Rede Menegatti, famosa pelos valores abaixo do mercado, amplia o número de postos na região.

O mais novo estabelecimento fica na região do antigo Paraíso dos Pôneis, no Bela Vista, em Gaspar. O local, fechado nas últimas semanas depois de ser arrendado, volta a receber a bandeira do grupo do empresário paranaenses.

Há cerca de quatro anos, o mesmo local sofreu interdição da ANP por suspeita de adulteração de combustível. Já bem recuperado do problema, o grupo volta a administrar o mesmo posto.

Os preços atuais são R$ 2,69 para a gasolina e R$ 2,49 para o etanol. Se habilita?